CANTI ISPIRANTI 曰 yuē - (Agrobuti Karaoke 64.䷿ 音乐的书 - 祖 先 (zŭxiān) 文化 (wénhuà)


64 storie 漫画  |  Home 首页  |  Poemo 塔霍的书  |  new / old Karaoke  |  Video 视频  |  Elders 先民 ป่า  |  Domus家  |  cast人物  |  calendar 月

  Ganja mantras - om
bhang tumhari - Sivaratri
Thandai-bhang holi drink
Shirdi Sai 1
Shirdi Sai 2
Shirdi Sai 3
Yogananda
hare Krishna
satchiananda
jai Shiva shankara
om nama Shivaja
Nepal ritm | Nepal song
Himalaya song
universal prayer
Shiva paramesvara
tero nam
Maa he maa
Gajanana - ganapataye
Ganesha sharanam
Om tat sat | Milarepa
Gayatri-mantra
Gayatri brazil
Govinda jaya
hare Govindam
Ma Devi shango
Pachamama
kundalini snakedance

Muchamor e Africa
canto Kamchatka 01
canto Kamchatka 03
Baikal saman songs
Mongolian Halh boo
a fire drumming

Altai song | Sakha song
sámán journey
gnou | arpa Senegal
num gebesi | num tchai
Sangoma ceremony

Buiti music
canti polifonici Aka
agrobuti arco
ab arpa | ab minza
Gabon arco | mcongo
Ngombi arpa sacra:
Papa Nziengui | Marius
arpa Apinzi | arpa Fang
Mallendi chanson
m'congo | arco Tsogo
Buiti mitsogho1
bwiti mitsogho 02
bwiti mitsogho 03
bwiti mitsogho 04
bwiti mitsogho 05
bwiti mitsogho 06
bwiti mitsogho 07
bwiti mitsogho 08
bwiti mitsogho 09
m'gongo1 | m'congo2
ngombi1 | ngombi2
ngombi3 | ngombi4
ngombi5 | gael-mouma
dibobè2 | dibobè3
dibobè5 | dibwa
mapeniengue | m'congo1
m'congo4 | m'congo6
mbanza-congo | nzuba1
nzuba3 | nzuba4
nzuba7 | nzuba8
marius2 | marius3
marius6 | marius7
marius8 | marius9
marius10 | marius11
marius12 | marius13
Marius | mari-osseye1
marius-osseye2
marius-osseye3
marius-osseye4
marius-osseye5
marius-osseye6
marius-osseye7
marius-osseye8
Hikurì songs
Jikurì sexto sol
Native American Church 1
NAC, convention 1998
NAC navaho 01
NAC navaho 02
NAC sioux 03
NAC sioux 04
4.hikuri 01
5.hikuri 02
6.hikuri 03
7.hikuri 04
8.hikuri 05
9.hikuri 06
10.wakan shenanoah

Ayahuasca/yagè icaros
icarar los icaros
cantos Shipibos (Herlinda Agustín)
verdadeiro curandero
supaymaya wawayni
vayacutishimbro tinit
Ikarunchi Medicuyni (bis)
yagè icaro session
Rio Momon 01
Rio Momon 02
Rio Momon 03
Rio Momon 04
Rio Momon 05
Iquitos | Iquitos 1
Iquitos 2 | Iquitos 3
Iquitos 4

Daime songs
Irineu confia | aya-luz
notte di Giugno
canto nas alturas
Eu tomo Daime
Cruzeirinho do Mestre
quem procurar esta Casa
Eu vivo na floresta
divino pai soberano
1.sao Francisco
2.Francisco e il daime
3.Francesco e i poverelli
4.santa Clara
5.senhora da paz
6.naturalmente
7.rota - chamei o mestre
8.lua sobre Assis
9.Barbara e Lucia
10.santo ostensorio
11.santa companhias
12.eu sou filho da luz
13.batalha
14.sao Miguel
15.cento livre
16.Daime luz
17.a lua e a terra
18.mestre Irineu
19.voz do deserto-floresta
20.nostra festa
21.os espirito esta chegano
22.ponto de sao Jorge
23.o rei Ayahuasca
24.professor da estrela
eu chamo Thera mestres
Eu tenho fè
Teonanactl songs
hongo: so so na na
Mayan inspired music

Jurema songs
1.defumacão
2.oh Lua!
3.linda Jurema
4.oh jureminha
5.eu caminhando
6.Jurema chegou
7. o rei pra rainha
8.os Atikum
9.encontro com a Jurema
10.Boa esperança
11.arco iris
12.anjo de branco
13.Rei de Oruba
14.reino da Jurema
15.canta com amor
16.meu rei me de força
17.linda flor
18.cabeça da serpente
19.noite de Junho
20.quadro azul
21.santa Maria
22.Amor com amor
23.meu presente
24.olhos observantes
25.canti cabocla Jurema
26.cabocla do Xingù
27.jurema cacciatora
oracao a Iemanjà
Kalika Rainha
Barquinha Rainha

Fiesta vodun/caboclo
Tarantula dance, IT bite
Venezuela quibayo trance
Maria Lionza story
indio cabocla trance
Haiti VodunFiesta
Miguel hino justica
1.auè beira mar
2.Ogum beira-mar
3.ele jurò bandeira
4.conversa de caboclo
5.caboclo afirm o ponto
6.caboclo juremeiro
7.salve Rainha do mar
8.Rainha do mar
9.saudação caboclos
10.louvação aos caboclos
11.mamae Oxum
12.Oxum rainha d'agua
13.Oxum flor d'agua
14.o brilho da natureza
15.Mae do Orixas
16.graças a fuerza
17.dexio bem entrar
18.ye ye Yemanja
19.Yemanja mia rainha
20.Logum Edè
21.Oxala rei dos orixas
22.saravà cabocla Jurema!
23.despedi do caboclos
24.mama Africa

musica radionica
guardian del cielo | Dna
acqua pranizzata | num/qi
Rossolovski forest
fearfree 174-285 Hz
delta 1-3 Hz sonno profondo
theta 4-7 Hz sonno REM
delta-theta med | i 7 chakra
sahasrara 936 Hz

Wine songs
1.pastore Serafino | bis
1.Lucania | terramadre
apocalisse | briganti
2.sanctus | Milarepa
3.Tu scendi dalle stelle
4.il dono del cervo
5.cantico delle creature
6.ho tanta gioia
7.san Damiano
8.Paulus tarante
9.pizzica sotto l'olivo
10.ballo di s.Vito
11.ritmicamente
12.bocca di rosa
comprami | canto piceno
danza streghe
12.parlami d'amore
13.viaggi di un poeta
14.samarcanda
15.hop somarello
17.il ballo del potere
18.capitan harlock
18.jeeg-robot
19.vò vederti danzare
20.no time no space
21.Ryù delle caverne
22.Gulliver il grande
23.sabbie del vesuvio
24.e ora aimmo a uscì

Kava songs
Tonga, Fasi Fai Kava
Gebusi01 1998
Gebusi02 2008
Gebusi03 2008
Gebusi04 2008
Gebusi05 1980


  il dono del Cervo (A.Branduardi)
Dimmi, buon signore
che siedi così quieto,
la fine del tuo viaggio
che cosa ci portò?

Le teste maculate di feroci tigri,
per fartene tappeto, le loro pelli
Sulle colline,
fra il quarto e il quinto mese,
io, per cacciare, solo me ne andai.

E fu così che, col cuore in gola,
un agguato al daino io tendevo,
ed invece venne il cervo
che, davanti a me, si fermò. (bis)

Piango il mio destino, io presto morirò,
ed in dono allora, a te io offrirò,
queste ampie corna, mio buon signore,
dalle mie orecchie, tu potrai bere,

un chiaro specchio
sarà per te il mio occhio,
con il mio pelo, pennelli ti farai.
Se la mia carne cibo ti sarà,
la mia pelle ti riscalderà
e sara il mio fegato
che coraggio ti dara.

E così sarà, buon signore,
che il corpo del tuo vecchio servo
sette volte darà frutto,
sette volte fiorirà.
Dimmi buon signore
che siedi così quieto
la fine del tuo viaggio
che cosa ci portò?
che cosa ci portò?
O Daime é o Daime (P.Alfredo)
O Daime é o Daime
Eu estou afirmando
É o Divino Pai Eterno
E a Rainha Soberana

O Daime é o Daime
O professor dos professores
É o Divino Pai Eterno
E seu Filho Redentor

O Daime é o Daime
O Mestre de todos ensinos
É o Divino Pai Eterno
E todos seres divinos

O Daime é o Daime
Eu agradeço com amor
É quem me dá a minha saúde
E revigora o meu amor

Agradeço ao Santo Daime
Agradecendo a todos seres
E quem me manda agradecer
É o meu Pai verdadeiro


3.Mensageiro (mestre Irineu)
Te levanta, te levanta
Levanta quem está sentado
Para receber o Mensageiro
Dentro do Jardim Dourado

Vai seguindo, vai seguindo
Dentro do jardim de amor
Para receber o Mensageiro
Do nosso Pai Criador

A mensagem que ele traz
É com prazer e alegria
Jesus Cristo e São José
E a Sempre Virgem Maria


Brilho do Sol (pad. Sebastião)
Eu sou brilho do sol
Eu sou brilho do lua
Dou brilho as estrelas
Porque todas me acompanham

Eu sou brilho do mar
Eu vivo no vento
Eu brilho na floresta
Porque ela me pertence

As Estrelas (Mestre Irineu)
As estrelas já chegaram
Para dizer o nome seu
Sou eu, sou eu, sou eu
Sou eu um filho de Deus

As estrelas me levaram
Para correr o mundo inteiro
Para conhecer esta verdade
Para poder ser verdadeiro

Eu subi serra de espinhos
Pisando em pontas agudas
As estrelas me disseram
No mundo se cura tudo

As estrelas me disseram
Ouve muito e fala pouco
Para poder compreender
E conversar com meus caboclos

Os caboclos já chegaram
De braços nus e pés no chão
Eles trazem remédios bons
Para curar os cristãos..

Francisco Daime
Eu embarquei
Numa viagem para Assis
Porque meu Pai São Francisco
Me chamou

Me disse filho
Vem que eu vou te mostrar
Uma nova vida
Que aqui estou a plantar

E là chegando, Fui logo me apresentar
Perante o poder, Divino daquele lugar
So não sabia, O que iria encontrar
O Santo Daime, Là estava a me esperar

Encontrei meus irmãos, do estrangeiro
A cantar hinos, Festejar e a bailar
São Francisco e Santa Clara, Là estavam
Presentes no salão, Alegres a comemorar

Comprendi,
Que o que ele queria me dar
Era este presente
Para eu poder me firmar

Este camino
Muitos querem fazer
Mas não são todos
Que fazem por merecer

Eu peço a Deus
Pelo meus irmãos do estrangeiro
Que tenham firmeza
E não queiram esmorecer

Padrinho Sebastião
Em vida jà dizia
Que eles viriam
Dar valor a esta Doutrina.
Eu pedi o toque (p.Alfredo
Eu pedi e tive o toque
Da Floresta e do Astral
Aqui estou avisando
Que devemos ser igual

Examinando o firmamento
O tesouro universal
Sinto profundo este toque
Deste Rei Imperial

Digo assim esclarecendo
E mostrando a todos que
Está neste caminho
Que procure compreender

Vou dizendo e quero ver
Esta oração vibrar
No coração de quem ama
Para sempre confortar


Naturalmente (pad.Alfredo)
Eu estou aqui
Naturalmente vim
Naturalmente sigo
Para ser feliz

Quem està aqui
Naturalmente veio
Naturalmente segue
Sem ter arrodeio

Salve aqui nas matas
Quem aqui chegou
Salve quem ordena
E salve quom chamou

Este è o tempo, da sabedoria
Estou aprendendo, o que eu não sabia
O que eu não sabia, a natureza tem
Deus està vivendo, vamos viver tambèm.

Centro livre (mestre Irineu)
Centro livre, centro livre
È preciso ter amor
A minha mae que me mandò
A minha mae que me mandò

Minha mae prenda querida
Minha mae prenda querida
Minha mae prenda querida

Estou com vos eterna vida
Estou com vos eterna vida
Estou com vos eterna vida

Currupipipiraguà
Eu devo chamar aqui
Eu devo chamar aqui.

Ostensorio (Paulo Roberto)
São Francisco de Assis là do cèu
Veio a terra para restaurar
A igreja de jesus no mundo
Que estava a desmoronar

Se casou com a santa pobreza
Seu teto era um cèu de estrelas
Rompeu a ilusão com verdade
Se entregou a Jesus com certeza

São Francisco amou a Jesus
De maniera muito especial
Viveu seu sofrimento na cruz
Recebeu suas chagas fatais

Santa Clara clarìssima de Deus
A Francisco veio acompanhar
Sofreu tantos anos doente
Para a santa Luz poder alcançar

Sua fè removia as montanhas
Sua fè derrotava exèrcitos
Com o santo ostensorio na mão
Defendeu sua igreja dos perversos.

Rota (pad. Alfredo)
Visando este rumo
Vamos conhecer
O trabalho do Mestre
E seu grande poder

Seguindo esta rota
Nòs vamos chegar
No central da Doutrina
Aonde o Mestre està

È grande festejo
E grande disciplina
Acompanhar o Mestre
Nessa Santa Doutrina

Atenção na jornada
Vamos ver como è
O trabalho do Mestre
Jesus nossa fè.


12.voz da Floresta (A.Polari)
Dando este alerta
Pro povo se unir
E saber trabalhar
A voz da o deserto
Que entra na floresta
Se pos a clamar

Esta è a verdade
Clara de cristal
Que eu vou declarar
Chegou o balanço
Fé e esperança
Vamos se firmar

Viva o Santo Daime
Povo da floresta
Céu do Mapià
Com São João Batista
E Juramidam
Vamos triunfar.


  Sou luz, dou luz (p.Sebastião)
Sou luz, dou luz
E faço tudo iluminar
Vejo meu Pai nas alturas
E o Poder aonde está
A força está comigo
Falo perante o Poder
Faço o que Tu me pedes
Eu quero ver estremecer

O amor eterno
Gravei no coração
De Vós eu recebo os ensinos
Para explandir para os meus irmãos

Assim é que meu Pai quer
Perante este Poder
Não fazem o que Ele pede
E todos querem merecer

Aya, Aya, Ayahuasca
Aya, Aya, Ayahuasca
Aya, Aya, Ayahuasca...

Chamei o rei das flores
Ele me respondeu
Aya, Aya, Ayahuasca
Aya, Aya, Ayahuasca...

O rei ayahuasca
Ele toma Yagé
Yagé Ayahuasca

Aya, Aya, Ayahuasca...

O rei ayahuasca ele vive na floresta
Ele é filho de indio
E da rainha da floresta

Aya, Aya, Ayahuasca...

Vivemos nesta planeta
Com a vossa protecao
Se balança maracá
com amor no coração!

Eu Tomo Daime (Baixinha)
Eu tomo Daime
O Daime é a luz
Eu tomo Daime
Ele é quem me conduz

Sou eu, sou eu
Sou eu um filho seu

A Estrela azul (Baixinha)
Vem levantando do fundo do mar
A Estrela Azul em seu trono divinal

Lá vem, lá vem para nos curar
A Estrela Azul em seu trono divinal

Ela vem curar quem acreditar
A Estrela Azul em seu trono divinal

Princesa Soloína (Guilherme)
Pedi licença a Mamãe
para um presente eu te dar
da princesa Soloína,
encantar, encantar

Dou-te este presente,
agora eu vou te dizer
que a princesa Soloína
tem prazer, tem prazer.

Dentro deste jardim,
agora eu vou te mostrar,
so uma flor pequenina
como brilha e faz brilhar

O brilho desta flor
agora vou te mostrar,
a princesa Soloína
encantar, encantar.

Mamãe Jurema (Baixinha)
Mamãe Jurema
Na cachoeira
Lavando as vestes
De Oxalá

Seu Sete Flechas
Seu Pena Verde
Luar de Prata
Seu Pena Branca, a vigiar

Na aldeia
Rufam os tambores
Lá na Umbanda
Salve o Rei Tupinambá

Currupipipiraguá (Baixinha)
Currupipipiraguá
Quem eu devo chamar aqui
A Rainha da Floresta
Para vir nos ajudar

Currupipipiraguá
Quem eu devo chamar aqui
A Rainha da Floresta
Para curar os enfermos
Deste mundo de ilusão

Com alegria e com amor
Para a batalha vencer

Deus é nosso Pai
A nossa Mãe é quem nos guia

Passou lá no céu
A Estrela Oriental
Viva Deus lá nas alturas
Viva todos sobre a Terra

Cipo Jagube e Folha (Granjeiro)
O jagube está aí
É para todos ter amor
Para poder conhecer
O nosso Pai Criador

A folha chegou a tempo
Ela vem mostrar seu valor
Para nos levar à presença
Do nosso Mestre Ensinador

O cipó, a folha e a água
Se junta toda harmonia
Para nos levar à presença
Da Sempre Virgem Maria

Estou aqui pra te ajudar
Procurar saber quem é
Aí é o filho de Deus
De Jesus, Maria e José

Fique aqui vá trabalhar
E não me negue aos seus irmãos
Quem está dizendo sou eu
É o velho Juramidã

da Terra ao Astral (Baixinha)
Da Terra ao astral
Os inimigos atacar
Na espada de São Miguel
Todos vão se transformar

As estrelas do Céu
Brilham pra quem tem amor
Nas matas do meu Pai
Corre água e nasce flor

As curas estão abertas
Aos bons de coração
Quem recebe merece
Agradece, nunca esquece

noite de Junho (Lumiar, Baixinha)
Meu Mestre amado
Noite de junho, Céu estrelado
É muita festa, muita saudade

Meu querido, meu Mestre amado
Me aguarde, no jardim dourado
Vamos chegando, de um a um
Vamos cumprindo, nossa missão

Midam me disse, vai dando as mãos
São todos filhos, todos irmãos
Quem ama a Jesus Cristo
Ama a Virgem Mãe
Saia do mundo da ilusão.

a Lua e a Terra (Nilo Maia)
O filho fica, e a mãe vai pro Mapiá
Olha a Lua lá em cima
Olha a Terra lá embaixo
Olha você no espaço

A Virgem da Conceição
Vai destruindo as ilusões
Procurando a Verdade
Para dar aos meus irmãos
Vou seguindo o meu caminho
Cumprindo a minha missão
Com amor no coração

Vou seguindo, vou seguindo
Com os três Reis do Oriente
Vou passando e abençoando
Os filhos de Juramidam

Vou vendo o que eu não vi
Dando o meu conhecer
Ensinando o meu saber
E aprendendo o que eu não sei

Meu padrinho e minha madrinha
Quero dar meu conhecer
Sou pequena e sou humilde
E muito tenho que aprender.

chamei Mamãe Jurema (Valdete)
Chamei Mamãe Jurema
Chamei Mamãe Iemanjá
Chamei Papai Ogum da Mata
Chamei Papai Ogum do Mar

Chamei todos os caboclos
Chamei todos Orixás
Chamei todas as falanges
Que Deus domina na terra e no mar

Chamei todas essas forças
Para virem me ajudar
Me defender das tentações
Que so querem me derribar

Tenho fé no meu Pai Eterno
E na minha Mãe Imaculada
que com meu Senhor Sao Miguel
eu vou vencer a jornada

E so prestar atenção
Na lição que esta estudando
Para poder passar
Nas provas que vem chegando

Estuda com atenção
Na escola que se matriculou
Para provar que é bom aluno
E esta com o seu Professor

Eu prometo a meu Mestre
Que eu vou pisar no batente
Que de agora para frente
E olho por olho e dente por dente

no Brasil do firmamento
Bem feliz sei por onde seguir
Junto com a Santa Maria
Meu Padrinho é São João
Nesse tempo e nesse momento
Abençoam o Santo Daime
No Brasil do firmamento


É por isso que eu devo crer
No poder dessa Doutrina
Que me fez acreditar
Na Verdade, na Justiça e no Amor
Que nosso Senhor Jesus Cristo
Na Judéia ensinou


Me apresento a São Irineu
Meu Padrinho e bom Guia
Nas tormentas espirituais
Para sempre me acompanhar
Junto com a Santa Maria
Que me ensina a confiar


Eu confio em minha salvação
Estou aqui e este é o tempo
De aclamar Juramidam
Nosso povo, seu passado e sua trilha
Se encontram no Amazonas
Junto com o nosso Padrinho

Orishàs (umbandaime)
Na porteira botei Seu Tranca-Rua
Com todos seus companheiros
Na floresta a Jurema
Botou seus guardiões para vigiar
Yemanjá levantou sua bandeira
Com Ogum da Beira-Mar
Yansã firmou seu leque na ventania
Com Xangô veio a limpar
As águas de Oxum que correm na Cachoeira
Passam a clarear
Oxalá com o povo de Nagô
Veio abençoar
As crianças no jardim
Põe-se a brincar
Nana Boruquê, Atotô Obaluiaê
Com a força da cura vem para curar
Arrobobô e Oxumaré
É a quem vamos firmar
Midam sentou no trono
Vamos todos festejar

  encontro com a Jurema (Yatra)
Eu viajando
E me encontrei com a Jurema
Que o segredo
De outras linhas revelou
Ela trouxe os seus encantos
aos congares, e nos altares
Sua prece ela rezou

Oh! Juremé, oh! Juremà
Sua beleza vem do luar
Oh! Juremé, oh! Juremà
Trazendo a benção
De Oxalà

Estes mistérios
Ela tem como çiéncia
Sua magia, desabrocha como flor
E no terreiro
Ela è luz da verdade
Ela è Jurema
Filha do Rei Criador

Oh! Juremé, oh! Juremà.
Sua beleza vem do luar
Oh! Juremé, oh! Juremà
Trazendo a benção
De Oxalà

E na jornada
Dentro desta luz divina
Eu encontrei
Com um mensageiro do Senhor
Ele era um Rei Mago do universo
Ele è estrela
No congar do meu amor

Oh! Juremé, oh! Juremà
Sua beleza vem do luar
Oh! Juremé, oh! Juremà
Trazendo a benção
De Oxalà.
quadro Azul (Odemir)
Eu estou percebendo num quadro
La no ceu bem azul
E no quadro eu consigo ver
Grande luz do Cruzeiro do Sul

As ertela que estao no Crumiro
Suas luzes encandecentes
Jesus Cristo aparece no quadro
Veio aqui pra curar os doentes
Neste quadro tambem aparecem
Papai sol e lua mamae
Eu tambem estou neste quadro
Sou da famiglia de Juramidam.

os Atikums (Yatra)
Santa Maria è Mãe Divina
Ela è o seio de Jesus
Santa Maria veio à Terra
Para trazer a santa Luz

Chegando aqui, neste cerrado
Aonde vive os atikum
Ela se uniu com a Jurema
Para louvar o meu Jesus

E là na mata, na pedra santa
Foi o cacique que apresentou
Este trabalho com a Jurema
Pra eu conhecer a linda flor

E no terreiro mais adiante
Sob o comando do pajé
Veio a Jurema com seus caboclos
Se apresentando no Toré

E là na aldeia, na lua branca
Jurema vive sempre cantando
Ela passou, deixou seu brilho
Ela passou, deixando encanto.

Santa Maria (Odemir)
O minha querida Santa Maria
Vòs um dia meu deu de mamar
Quando eu pedia, Mamãe me atendia
E atè hoge me dà de mamar

O minha Santa Maria
Como posso sentir seu perfume
Com muita verdade com sinceridade
Aprendendo aqui a ser homem

Quero bem a minha auto estima
E no alto eu perdurar
De dia e de noite, de noite e de dia
Mamazinh me da de mamar.

Arco-iris (Yatra)
Um arco-iris la no ceù
De Atkum eu vi brilhar
É a luz de Deus mandando a chuva
Para a aldeia abençoar

Iéé... Jurema éé...
Ieàà... Jurema iàà...

Bati na porta de Mãe d’Agua
Pedi licença pra eu entrar
O seu salão era dourado
Mãe d’Agua estava a trabalhar

Iéé... Mãe d’Agua éé...
Ieàà... Mãe d’Agua iàà...

Mamãe Jurema e seus caboclos
Também estavam no salão
Firmando o ponto de Mãe d’Agua
E do Rei da Criação

Iéé... Jurema éé...
Ieàà... Jurema iàà...

Professor de estrela (Odemir)
O Daime è meu professor
Ele està de olho
Ele està de olho
Ele està de olho
na minha mudança

Daime meu professor
sempre està de olho
sempre està de olho
sempre està de olho
na minha esperança

És grande professor
de palavra verdadeira
Obrigado Senhor
Professor de estrela.

Anjo de Branco (Yatra team)
Um ser vestido de branco
Com flores no coração
Tinha perfume de rosa
E me relembrava da minha missão
Ele cantava e dizia pra mim
Nòs somos flores do mesmo jardim

Eu entendi o segredo
E percebi quem eu sou
Junto com Seres Divinos
O anjo de branco me iluminou

Louvando a Deus com meus pés no chão
viva a Jurema no meu coração
louvando a Deus por este primor
viva a Jurema estrela do amor.

Mesa Branca (A.Polari)
São Jorge està aqui
São Jorge aqui està
Com seu cavalo branco
Guerreiro melhor não hà

Viva o Rei Ogum
Ele veio anunciar
Que as linhas estão abertas
Que è pra nòs se aliar

Rei Ayahuasca
Aya aya aya huasca
Aya aya aya huasca
Chamei o rei das flores
ele me respondeu
Aya aya aya huasca
Aya aya aya huasca
Aya aya aya huasca

O rei ayahuasca ele com yagè
Yagè aya huasca
Aya aya aya huasca
Aya aya aya huasca

O rei ayahuasca
ele vive na floresta
Ele es filho do indios
e da rainha da floresta
Aya aya aya huasca
Aya aya aya huasca

Vivemos neste planeta
com a vossa protecao
Se balanca o maracà
com amor no coracao
Aya aya aya huasca
Aya aya aya huasca.

Rei de Orubà (Yatra)
A lua cheia quando brilha là na aldeia
Com a magia do Reino do Criador
Se vè Jurema com sua flor
De plumas brancas
Refletindo a esperança
Do quem tem um grande amor

E na montanha do Mestre Rei de Orubà
Onde a Jurema com seus indios
Cantam em louvor
Como una àguia no terreiro,
Aterrisando
Os encantados vem chegando
Trazendo a luz do Criador.

Espìritos estão chegando (A.Polari)
Perante este momento
Eu quero declarar
Umas poucas palavras
Que eu ouvi publicar

Os espirìtos estão chegando
Pela linha devagar
Se preparem aparelhos
Para ouvir e ensinar

Eles estão vindo de céu
Também virão do mar
Da terra e das montanhas
Para todos doutrinar

Essa estrada é do Mestre
Foi Ele que abriu
Replantando as santa Doutrinas
Para aqueles que seguiu

Santo Daime e Santa Maria
Consola e dà alivio
Eu digo aos meus caboclos
Que aqui o Centro é livre

Todos são filhos de Deus
Sò basta Ele querer
Saùdo a proteção
Do Vovô Omunguelê

No meio da minha viagem
Ele comigo veio ter
Disse que jà fora escravo
E cultuava o mesmo Poder

Meu Império Juramidam
Que glòria Vos pertencer
Basta ser sempre fiel
Que tudo eu posso ser.
Caboclo afirma ponto(M.Corrente)
Estejam em pè firme
Que vem das ondas do mar
Caboclo afirma o pònto
Para as princesas bailar

È a estrela mattutina
È a Mãe de Jesus Menino
Meu Pai, Vòs nos dê pureza
Para esta força cantar aqui

El vem com alegria
El vem com harmonia
El vem de passo em passo
Esa estrela que nos guia

O que teus olhos viram
È preciso aqui firmar
Canta, canta com todo amor
A canção do bem estar

Bailando com alegria
Louvando a este dia
Sois Mãe de todas as mães
Aqui eu louvo o Teu dia

Vamos todos receber
Vamos todos escutar
Caboclo levanta o ponto
Para todos se perfilar.


Caboclo Juremeiro (U.Lucas)
Ele è caboclo
Ele è juremeiro
Que na alvorada
ele tem suas legioes (bis 6)

Bateia, oh, bateia, oh
Bateia meus caboclos na aldeia
Bateia, oh, bateia, oh
Bateia como vento na areia
Bateia meus caboclos bateia

Os caboclos na aldeia
E a sereia na areia
Bateia meus caboclos bateia
Os caboclos na aldeia
E a sereia na areia.


24 canti bwiti-e-mbwiri di una comunità equatoriale Fang raccolti dall'etnologo Fernandez:
  1) MASIMBA MA NGOMBI
preludio di arpa (la vita emerge attraverso prove-ed-errori della forma musicale) pulizia del locale e invito antenati.

2) Masimba

(3) Mbwiri:
il leader della Casa di culto Mbwiri lamenta che l'uomo desidera il benessere in questo mondo ma non ascolta il concilio dei Mbwiri che possono apportaglierlo: a kumana ma ndele || come lui mi ha abilitato a prosperare facilmente; tali persone ignorano la terra oltre questa (ekòngi o ebòngi) da cui i mbwiri possono contattare.. le persone che ascoltano le parole del cantante cessano di soffrire e iniziano a prosperare.

(4) Mbiri ngombi, canto d'arpa che offre la soluzione al lamento di sopra, esso celebra il potere dell'arpa nel portare l'uomo in contatto coi poteri dell'aldilà (Assok Ngoum chapel, Oyem district.

(5) Minkin canto di prima entrata nel tempio, seguendo uomini e donne che da fuori danzano lentamente la loro via dentro.. la donna chiama: ezigo zame wondo ya tenàtenà, coro risponde: yo wè, ezigo zame wondo ya tenà tenà | traduz dal popi fang: Eva ha visto il suo primo sangue mestruale (ezigo legno rosso).

(6) canto Njimba: il movanga, pilastro tra cielo e terra è posto per mediare il contatto, tutte le autorità del culto vengono nominate in ordine, secondo segni e colori del clan di affiliazione.
(7) Minkin di prima entrata nel tempio:
Soya soya biga miwo (dopo nascita di Atum/Nzambi, l'uomo del ragno discese sul mare).

(8) Minkin di successiva entrata:
engadi na duma |
zambi a vanga |
soya bigà miwo |
dido nzame ye bokengè.. |
ngomendan eso wo ya..|
engadi na duma |
nzambe eyima|
tiò ah, tio di mongabanda..|
kombi na so kombi ya|
njima mo kokò ne tongo mwan|
ma biga motina mwan nima|
ko taba nima, mo tele mo..|
dissumba bandamba ya monganga ||
M e F con fulmine e tuono vengono assieme a creare il primo umano| il divino che ha concluso la creazione va in dimora nell'acqua| dopo nascita del creatore, il divino è in un uovo che galleggia sull'oceano, da esso escono i primi tre esseri| il primo uomo è creato..| la donna viene creata (donne cantano e uomini rispondono| fulmine e tuono| acqua e terra son create, acqua inonda la terra| nel diluvio pure Noè perde il fuoco..| colui che vede il divino è il figlio di dio tradito per danaro| i gentili cospirano contro il bimbo divino| il figlio di dio viene deriso| perseguitato dai suoi nemici..| il figlio di dissumba viene ucciso.

(9) Asunege Ening (la vita inizia) primo canto della Via della nascita/creazione, tenuto dal leader del tempio (tale nome è stato assunto dalla omonima scuola del bwiti Fang):
ening a kobe ve a sumeya |
tara zama a sumeya we, wa sumeya, beng be sumeya, wa sumaya |
ana a kobe atvia, wa sengye|
ngombi za kwiang, wa sengye, a sumeya a komoya a sumeya ||
la vita prende fiamma e già inizia| il divino è iniziato là, voi anche già iniziate, l'arco pure| inizia come un globulo, tu sei cambiato| l'arpa già inizia, tu sei cambiato, l'inizio è già formato. Coro: oh, a sumeya tara zama a kobo a sumeya (oh inizia già, padre Cielo parla, inzia già| zamb ye Mebeghe a sumeya (il padre divino già inizia.

(10) canto d'arpa della via della nascita e creazione (zen abiale):
nyama nyama nyama, a lak aki benganga nyamoo
Nzame a kobe ening.
Tara nzame da ye kire banganga nyamoo
Nyamo Tara Nzama da ye kire benganga nyamoo
Banganga myamo oy, banganga nyamo ah, banganga nyamo ay benganga nyamoo..
Tumengi si, Mbomayake yake ||
oh Divino, l'uovo è visto dai tuoi fedeli|
il divino addolcisce la vita e trova posto tra i suoi fedeli|
divino pà l'uovo trova posto tra i fedeli|
questo canto celebra l'apertura dell'uovo cosmico mandato giù da Dibogia ragno del cielo, assieme al desiderio divino, l'uovo è il primo riferimento nell'oceano senza fine, l'ultima linea di questo canto, in popi, è l'inizio di un Obango.

(11) canto ngombi zen abiale:
Ndende a kobo ening oh, Tara oh.
Ndende a kobo ening oh, a sighele mbembe.
A kobo endama, ba ghe kobo|
a kobo ening betara zama.
Ndende a kobo ening oh, a sighele mbembe..
Ciò che è sospeso parla alla gentilezza della vita, oh pà Nzambe, esso discende definitivo, esso parla al pipistrello, essi parlano assieme, parla di vita, pà divino.. la cosa sospesa (uovo appeso a fil di ragno, uovo di gallina) parla di vita e sempre discende (porta luce-vita sul buio oceano in basso, fugando via le creature del buio.

(12) Ngombi zen abiale
Bwiti mendongo, mendongo, oh, oh, oh (bis).
come il precedente celebra gli arcani segreti e pratiche conosciute dal divino e dai fedeli del bwiti:

(13) Ngombi zen abiale di metà ciclo, nel quale si canta la venuta del gran diluvio che coprì tutto e annegò tutti i clans (lingua fang):
Heyong me nga dziba (il clan è stato sommerso).
Tara oh me dziba (pà, essi son tutti sommersi|
Zame oh, me dziba (Zame, son tutti sommersi|
Nyamo me dziba, ye me dziba (gli anziani e gli altri..|
Dimamo mikodia (le acque sommerse dall'arcobaleno|
Mikodia atsenge (arcobaleno dai cieli|
atsenge dibobia (i cieli dal ragno|
Zambe a pongo (Dio che tutto prepara|
Mwangabenda, me dziba (annuncia a tutti che essi son sommersi|
Tara oh, me dziba (pà oh tutto sommerso.

(14) canto Obango (in popi fang) dato a metà strada del secondo ciclo di canti d'arpa (Zen Awu):
nzame a duma| Nganga ma duma|
Monganga ma duma| Bokaye wo boka ok|
malula, malula, ngombi nya wè ||
il figlio di Nzame è colpito da lancia| il divino guaritore è colpito| il divino-potere è colpito, segreto potere dell'invisibile oh eboka! il suo immobile cadavere è vibrato sulle sue spalle.

(15) canto Mwanga (popi) e 4 preghiere alla sorella di Nzame:
Nanga keko, mabiga na membewo, ngako ngakò|
Ye kongkolongo katina luba, oh kwala mbare ye..|
Mwango a nto mwanga| Ezigo zamo wondo..|
ye mwanga ma bo kameye ||
morte ha preso il figlio dell'uomo che va in oscurità e rivive suo viaggio a Dio| al morto è mostrata la via al divino, ora il morto fà la sua via..| il defunto arriva alla terra dei morti oltre il mare| due ragazze pigmeee fan loro strada..| la terra dei morti (mwei) riceve i nuovi venuti.
Canto-preghiera:
Ahh kasa ne nemè yè (chiamata di Ningwan mebeghe|
eyamè womà, eya yobè (il suo latte è dolce acqua di vino|
Menzogo bigè tame manga (lo spirito della sorella di dio arriva all'acqua della sacra piscina|
Metongo noè wo metongo nya mèwo (un bimbo è nato grazie al suo intervento.

(16) canto Yombo nella camera delle donne (popi fang), di un ciclo di 22 canti fatto dopo la mezzanotte:
bongo oh, me zabe zabà bongoo (io proclamo la mia purezza, le donne proclamano i vari poteri che le rendono fertili.

(17) quinto canto Yombo:
ah dzigo Nzambewo oh Nzambewo (la donna è pronta a partorire
Inanga oh.. (essa partorisce|
Inanga me kwiang oh (la sorella divina benedice la nascita a che non sia rubata|
Ndangeme mikodia, mikodia ndangeme (un bicchiere di eboka è dato al figlio dell'uomo che può sorseggiarlo|
Diveyo, diveya enganga a sumena diveya (così il figlio dell'uomo prende il suo potere in questo mondo.

(18) canto d'arpa della Via della morte / distruzione(Zen Awu):
Minanga da kobe ening oh (la stella parla alla bontà della vita |
(Coro) ah Nzame oh! |
Minanga da bele ening oh (stella tiene vita |
(coro) ah sumeya mbembe (e per sempre si rinnova)..
sebbene l'essere di buona volontà (figlio di dio) deve morire, la sua anima torna ancora al cielo come una stella.. brillando là essa ispira gli umani a rinnovare costantemente se stessi.

19) canto ngombi zen awu cantato quasi alla fine di questo secondo ciclo, quando il figlio dell'uomo diventa figlio di Dio (lingua fang):
Mwan a Zambe kanga a king bakombo (il figlio divino scompare seguendo la via al creatore|
A nto Mwan Zambe vanga oni bot (egli diventa il figlio di dio, pacificatore, salvatore dell'uomo.

(20) Obango, danza vertiginosa per allentare l'anima dal corpo e prepararlo alla sua estatica riunione con gli antenati.

(21) tre canti ngombi zen awu che celebrano la morte del figlio dell'Uomo, canti molto simili sono cantati nella Via della Nascita (Zen Abiale), qui la morte del cantante è celebrata assieme a quella del figlio-divino, la morte è riferita al suo estatico rilascio dell'anima dal corpo..
Nana Nyepe è altro nome per Ningwan mebeghe, sorella di dio, colei che fa migliore la vita e ogni cosa (dalla parola Tsogo nyapa: saper come vivere, render bello, migliorare):
Esama a yime awuaa (il gruppo capisce la morte|
Tara a kobo awuaa (pà parla di morte|
Akobo awu mbembe (lui parla di morte per sempre|
awu a na mbembe ah Nana Nyepe (morte è per sempre, Nana nyepe|
(coro) eh Nana Nyepe me wua nana nyepe (oh nana Nyepe, io muoio nana Nyepe! |
Me wua enyi a wu fwo Nana Nyepe (io muoio, egli non è veramente morto, Nana Nyepe|
Me wua, oh oh Nana Nganga a tua wonga mesenguè (io muoio oh nana Nyepe, ll divino (nganga/adepto) è scomparso dalla terra.

(22 e 23) Obango Zen Awu (in popi): Nganga ma dumeya (il divino piange.

(24) canto zen awu, penultimo della lunga notte rituale, celebra l'arpa venuta a portare ordine, per sempre:
Oh Tara, oh Nana Nyepe, ah Nyngwan Mebege (oh pà, oh benefica mà, oh sorella di Pan|
(coro) ah oh Zame mbembe (il divino è per sempre|
Ngombi a nto mbamba eto a nto (l'arpa è arrivata al suo giusto posto|
(coro) a nto mbembe Zame mbembe (è sempre la, Dea per sempre|
Ngombi a so wa yala (l'arpa è venuta a portare ordine a voi|
(coro) Ngombi mbembe (arpa per sempre).


bbc-Tribe-Video (B.Parry Babongo)
www.peyoteway.org
(native american church)
www.santodaime.org - santo daime.it branch)
savoirsdafrique.org
(ngenza buiti tradition)
Hikuri-wine songs
Buiti-Eboga songs
Yajè-Jurema songs  - Yajè-curandero icaros

Muchomor-maitake-miceti songs
 tero nam        satchiananda
hare krishna       Kali poetry    Gana sharanam
 universal prayer    agrobuti videospot     big
              

Gayatri-mantra mata-ganga

Gayatri brasiliano - Ma Devi shango 
om nama Sivaya  -  guru Yogananda

 

Shirdi sai 1  -  Shirdi sai 2   -   Shirdi sai 4   -  Rueshi  - Shirdi1.mpg - Shirdi2.mpg
bocca di rosa txt - comprami  txt
 

pizzica sotto l'olivo  -  ballo di s.Vito - Kundalini

samarcanda  txt - hop somarello txt - Datura
 
pastore Serafino  txt  -  Pachamama  txt
Himalaya - ritmi Nepal  - Govinda jaya

s.paulu delle tarante - sabbie del vesuvio  -  mama Africa  -  Maa he maa
 il ballo del potere.mp3  txt     capitan Harlock  txt
ritmicamente  -  è l'ora che aimmo a uscì  -  falò dance   no time no space  txt
 
voglio vederti danzare txt  - sanctus
Ryù delle caverne txt - jukurpa dreams

cantico delle creature txt il dono del cervo  txt

 hare Govindaml        Esala

 Gulliver il grande  txt
 

Tu scendi dalle stelle  txt  -  Gajanana om

san Damiano  txt  -  trimurti/bis

Om tat sat  -  Shivaya paramesvara

ho tanta gioia   txt -   Buddha - tree


Jurema-Torè et umbandaime trabalho songs  - mbanza -  Jurema, Yajè - umbanda orixas - candomblè  -

  defumacão  - text           Jurema chegou  text
 
senhora da paz txt - s.BarbaraLucia txt
 
 Francesco e i poverelli text
 Francisco e il daime   text
Lupa
santo ostensorio   text

 santa companhias  text  - eu sou filho da luz  text -  sao Francisco  text -  santa Clara  text -  naturalmente  text -   rota  text -   lua sobre Assis  text -  batalha  text - sao Miguel  text -  cento livre  text

jacubi

  Daime luz  text   - a lua e a terra  text   -  linda flor  text   - o rei que veio pra rainha   text   - cabeça da serpente   text      -  Video mensagem da estrelas  - so brilho so sol  - ceremonia yagè 1


noite de Junho  text  -  eu caminhando text   -  os Atikum   text
 quadro azul  text   -   santa Maria  text
 encontro com a Jurema  text  - Amor com amor  text
 
meu presente  text  -   Boa esperança    text
 Arco iris    text   -   professor da estrela    text
 o anjo de branco    text   -   Rei ayahuasca    text

 Mestre Irineu    text
 voz do deserto-floresta    text
 meu rei me de força    text

Rei de Oruba   text
reino da Jurema   text
canta com amor   text
nostra festa   text
os espirito chegano   text
Ogum beira-mar   text
ponto de sao Jorge   text
ele jurò bandeira   text
conversa de caboclo   text
caboclo afirm o ponto   text
caboclo juremeiro   text
salve rainha do mar   text
Rainha do mar   text
saudação todos caboclos   text
louvação aos caboclos   text
mamae Oxum   text
Oxum flor d'agua   text
Oxum rainha d'agua    text
o brilho da natureza    text
Mae do Orixas    text
graças a fuerza    text
dexio bem entrar    text
ye ye Yemanja    text
Yemanja mia rainha   text
Logum Edè    text
Oxala rei dos orixas    text
despedi do caboclos  
 
 Yagè curandero ayahuasquero icaros - mbanza Yajè - umbanda orixas - candomblè  -
verdadeiro curandero   text
supaymaya wawayni   text
vayacutishimbro tinit   text
ikarunchi medicuini   text
icaro rio momon 1   text
yagè do rio momon 2   -  yagè do rio momon 3 
yagè do rio momon 4   -  yagè do rio momon 0   
icaro di iquitos 0   text
icaro di iquitos 1   -  icaro di iquitos 2   text
icaro di iquitos 3   -  icaro di iquitos 4   text
Don danza tamburi

Buiti-eboga musics (Ebôghê.Boghaga, traghettata) - Danza di Muenguè
Buiti Mitsogho 01   -   bwiti mitsogho 02   -   bwiti mitsogho 03   -   bwiti mitsogho 04   -   bwiti mitsogho 05   -   bwiti mitsogho 06   -   bwiti mitsogho 07   -   bwiti mitsogho 08   -   bwiti mitsogho 09
Buiti Fang 01   -   Buiti Francia arco 01   -   bwiti francia arco 02   -   bwiti ngombi 01   -   bwiti ngombi 02   -   bwiti ngombi 03   -   bwiti ngombi 04   -   bwiti ngombi 05

 

Ngozè combo, 

.  

.hikuri-wine songs - Huachuma, Kava, Wine Pachamama

 peyo 01  -  peyo 02  -
 peyo 03  -  peyo 04  -
 peyo 05  -  peyo 06

 

 NAC navaho 01 - NACnavaho02  - NAC sioux 03 - NAC sioux 04


  mamuthones, ritmicamente

 

Muchomor-mykes songs  - Muchomor - Teonanacátl - Maitake (Gymnopilus spectabilis, anti diabete) - Reishi-Ling zhi 灵芝 (Ganoderma lucidum, adattog) - Shiitake

wakan shenanoah    -  auè beira mar  - VIDEOmpeg:  muchamor Kamchatka1 - Kamchatka2 - Kamchatka3 - Kamchatka4 - peruanes Andines
 

o

       

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Afriko 非洲 แอฟริกา  |  Amerikoj 美国 南美洲 ประเทศสหรัฐ อเมริกาใต้  |  Azio/Aŭstralio/Zelando 亚洲 澳大利亚 เอเชีย นิวซีแลนด์  |  Eŭropo/Rusujo 欧洲 俄罗斯 ยุโรป รัสเซีย

塔霍的诗集 LIBERTAGES on Agrobuti.net -- for info 信息。contact 联系: info@agrobuti.net